quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Como lidar com o antissemitismo


            Num voo da NW Airways vindo de Atlanta, Geórgia, uma mulher de meia idade, com boa aparência, sentou-se ao lado de um homem que usava uma kipá . Ela chamou a comissária de bordo para reclamar sobre o assento.

"Qual é o problema, senhora?", perguntou a atendente.

"Você me colocou sentada ao lado de um judeu! Não posso me sentar ao lado desta pessoa nojenta. Encontre-me outra poltrona!"

"Por favor, acalme-se, Madame" – respondeu a comissária. "O voo está lotado hoje, mas vou procurar para ver se encontro algum assento livre na Executiva ou na Primeira Classe."

A mulher lançou um olhar mal-humorado para o homem sentado ao lado (olhar que abrangeu muitos outros passageiros ao redor). Poucos minutos depois, a moça voltou. A mulher não pôde deixar de olhar para as pessoas em volta com um sorriso de satisfação.

A comissária disse então: "Madame, infelizmente, como eu suspeitava, a classe econômica está lotada. Falei com o gerente dos serviços na cabina, e a Executiva também está repleta. No entanto, temos um assento na primeira classe."

Antes que a senhora tivesse uma chance de responder, a comissária continuou: "É bastante fora do comum precisar fazer este tipo de ‘upgrade’, portanto precisei pedir autorização especial do comandante. Porém, devido às circunstâncias, o capitão achou ultrajante que alguém seja forçado a sentar próximo a uma pessoa assim."

E com isso, ela voltou-se para o homem judeu sentado perto da senhora, e disse: "Portanto, senhor, se apanhar seus pertences e me acompanhar, tenho um assento na Primeira Classe para o senhor…"

A esta altura, os passageiros em volta se levantaram e bateram palmas, enquanto o judeu se encaminhava para a frente do avião.

Autor desconhecido – Por e-mail
Fonte: Chabad


Nenhum comentário:

Postar um comentário