segunda-feira, 21 de maio de 2012

Reconcilia-te contigo mesmo.



Reconcilia-te contigo mesmo.

Em Yom Kipur, o dia do Perdão, apresentamos diante de Deus os nossos pedidos de perdão pelos pecados cometidos e de arrependimento por tudo que fizemos de errado diante dEle e Ele, Bendito seja,  nos perdoa a fim de que possamos iniciar o novo ano sem o peso dos erros do ano que findou. No entanto, quando o erro cometido teve como prejudicado o nosso semelhante, somos ordenados a pedir perdão ao próprio ofendido, o seja: é ele, o nosso semelhante quem deverá nos perdoar. A isso podemos chamar também de reconciliação, mas tão importante quanto nos reconciliarmos com nosso irmão é fazê-lo também em relação a nós mesmos.
Muitas pessoas não conseguem viver o presente porque ainda estão atreladas a erros e angústias do passado, que teimam em aparecer toda vez que um novo projeto de vida se apresenta diante delas.
Não podemos mudar o passado, mas podemos construir um novo futuro a partir da maneira como vivemos o nosso presente.
É de suma importância buscar a reparação de um dano causado a outrem, mas quem sabe a reconciliação de que tanto precisamos não seja em relação a nós mesmos?... Essa talvez seja a mais difícil de todas, pois não conseguimos nos enganar, sabemos realmente quem somos e do que somos capazes, por essa razão, creio, em minha humilde opinião, que devemos antes de qualquer atitude externa, nos reconciliar com o nosso interior e a partir de então, buscar uma vida mais significativa, onde os frutos do bem se sobressaiam às obras más que nos induzem a erros que não gostaríamos de praticar e que nos impedem de avançar para uma vida plena, onde o Amor e a Luz Divina resplandeçam em cada gesto que realizarmos.
A tarefa não será fácil, mas torna-se necessária e urgente.
Entendendo e acima de tudo aceitando que nossa vida nesse mundo faz parte de um plano maior e que nossa breve passagem por ele, visa apenas e tão somente nos ensinar a nos conhecer melhor e através dessa conquista fazer com que passemos a utilizar todo o potencial que acumulamos ao longo de nossa caminhada espiritual olharemos para nós mesmos de maneira diferente.
Façamos um breve, mas importante teste: Olhe-se diante de um espelho e pergunte a si mesmo quem realmente é você. Seja sincero em sua autoanálise e perceberá quanta dificuldade temos em nos definir como pessoas. Neste momento você está sozinho, não há interlocutores ou plateia à sua volta e mesmo assim é muito difícil olhar-se nos olhos e responder sem ressalvas.
Somos assim mesmo. Olhar para os supostos erros alheios é mais fácil, confortador e até mesmo encorajador do que olhar para os nossos próprios erros.
Assim como você, eu e tantos outros passamos pela mesma dificuldade e necessitamos aplicar de forma ampla os ensinamentos Divinos em relação a nós mesmos.
À medida que nos apresentamos com sinceridade diante de nós mesmos e confrontamos nossas ações com humildade e desejo de progredir, conquistamos muito mais que a autoconfiança: conquistamos a ousadia de nos confrontar, lutar e acima de tudo, vencer nossas más inclinações.
Querido amigo, não subestime a sua capacidade de perdoar e lembre-se de que ao se perdoar dos erros cometidos e conseguir reverter o quadro para melhor, mudando suas atitudes e procurando não mais cometê-los você estará apto a perdoar e a se reconciliar com seu irmão, porque verá que ele, muitas vezes, possui as mesmas dificuldades que você enfrentou e superou. Sua experiência fará a diferença na hora de ajudá-lo, porque talvez ele esteja apenas aguardando a oportunidade de ouvi-lo para transformar a sua própria vida.

Não esqueça de que a vida sempre nos contempla com o melhor quando olhamos com objetividade para as oportunidades de mudança que ela nos oferece.

(בן  ברוך) Ben Baruch

8 comentários:

  1. Que lindo essa postagem sua.Estarmos em paz conosco é estar em paz com quem está ao nosso redor!
    Obrigada pela visita ao meu blog e pela gentileza em ser meu seguidor.Vim aqui retribuir...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Ana Maria, obrigado por sua visita e também por nos seguir. Será sempre uma honra tê-la por aqui.
      Muita paz.
      Ben

      Excluir
  2. Bom dia. Um belo texto com muito para refletir.
    Agradeço a visita e é uma honra tê-lo como seguidor dos meus textos. Obrigada.
    Virei mais vezes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida "Blue" a honra é minha em tê-la aqui de meu humilde espaço.
      Muita paz.
      Ben

      Excluir
  3. valiosas reflexiones, amigo, el único modo de vivir en paz con nuestros hermanos de vida es logrando en principio la propia paz y armonía interior.

    un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Patrícia,obrigado por sua visita e por tornar-se seguidora.
      Muita paz,
      Ben

      Excluir
  4. Olá Ben. Hoje vim para te agradecer a visita ao Começar de Novo. Espero que tenhas gostado e que voltes mnais vezes. Voltarei aqui com toda a certeza. Até breve. Um abraço
    Emília

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Emilia, voltarei sim e sei que seremos todos edificados e isso nos ajudará na construção de um mundo melhor para todos.
      Muita paz.
      Ben

      Excluir