segunda-feira, 5 de março de 2012

A riqueza das palavras gentis.


A riqueza das palavras gentis.

Em nosso dia a dia nos vemos expostos a várias situações adversas que nos levam muitas vezes, inadvertidamente, a usarmos palavras duras e ásperas com as pessoas, independente do tipo de relacionamento que mantenhamos com elas.
São dificuldades no trabalho, onde não conseguimos enxergar sinceridade em nossos colegas; quem sabe o problema fica mais evidente quando estamos no trânsito e nos sentimos estressados em demasia e demonstramos claramente que ainda não aprendemos a nos controlar ou conviver com essa situação comum, principalmente nas grandes cidades, ou ainda, pode ser que o problema esteja na convivência diária que temos com parentes e amigos que não nos compreendem ou não compartilham dos mesmos anseios e necessidades que os nossos e sempre querem fazer prevalecer suas opiniões a qualquer custo, mesmo sabendo que isso de alguma forma nos fira ou entristeça.
Esses podem ser alguns dos motivos que poderíamos alegar para justificar o nosso comportamento belicoso, mas em muitas situações, adotamos esse procedimento sem nem ao menos saber o porquê e não poucas vezes acabamos nos arrependendo do que dissemos ou fizemos.
Querido amigo, se esse for o seu caso, reflita um instante e veja quantos dissabores teria evitado se as suas palavras, ao invés de terem sido ásperas e duras tivessem sido mansas e gentis.
Com certeza você chegará à conclusão de que teria sido melhor, se ao invés de palavras duras e amargas tivesse verbalizado seus sentimentos com palavras gentis naqueles momentos. Lembre-se de que, com palavras gentis você não apenas abençoará, mas enriquecerá a vida de muitas pessoas e tenha a certeza de que assim procedendo a vida mais abençoada e enriquecida será a sua.
Não tema ser gentil nos atos e palavras. 
Você ainda tem receio de que agindo assim as pessoas pensem que você é submisso e inseguro? Se pensa assim, eu o convido a ter a ousadia de tratar a todos com gentileza, pois o verdadeiro poder não é determinado por aquilo que a pessoa pode ou tem o direito de fazer, mas sim no poder que ela tem de não fazê-lo, por achar que contraria os princípios básicos de convivência social.
Palavras gentis...
Vamos exercitar essa prática sem moderação.

Seja gentil, use palavras gentis e você verá a mudança que ocorrerá à sua volta.

(בן  ברוך) Ben Baruch

Um comentário:

  1. Olá, obrigado por ter visitado nosso blog, estamos muito felizes. Estamos seguindo o blog e ele está na nossa lista de blogs, preferidos.
    Grande abraço e muita paz.
    http://www.blogentraai.blogspot.com/

    ResponderExcluir