quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Apenas esteja lá.

Uma das ironias da vida é que quando a pessoa mais precisa dos outros, eles preferem se afastar dela.
As pessoas com freqüência me dizem: "Eu soube que meu amigo está gravemente doente, mas ainda não falei com ele porque não sei o que dizer. Ou então: "O pai da minha melhor amiga morreu; costumávamos nos ver todos os dias, mas agora eu a evito porque não sei o que dizer." Creio que isso é parecido com o banco – eles emprestarão dinheiro somente se tiverem certeza de que você não precisa!
Quando as pessoas estão passando por algum tipo de sofrimento, seja pela morte de um ente querido, divórcio, dívidas, a perda de um membro, ou a perda de um emprego, o mais importante para elas é que os amigos estejam ao seu lado. Elas não esperam que os amigos alterem a situação ou que a tornem melhor. Também não gostariam que seus amigos justificassem ou diminuíssem a sensação de perda dizendo: "Não é tão mau assim, algumas pessoas passaram por coisas piores, você pode casar-se de novo", etc. Quem está enlutado precisa simplesmente ser capaz de expressar seus sentimentos e ser ouvido.
Quando minha mãe faleceu, algumas das pessoas que foram me visitar tentaram falar sobre todos os tipos de assuntos, para distrair-me do sofrimento que eu estava sentindo. No entanto, o que mais se destaca em minha mente, doze anos depois, é um amigo que simplesmente deu-me um grande abraço e disse: "Gosto de você e estou triste com a sua dor." Percebi então como os amigos podem ser importantes nos momentos de tristeza e dor.
É uma tradição judaica que quando se visita a casa de uma família enlutada, não se diga nada até que o enlutado fale primeiro. A mensagem é que o propósito da sua presença ali permite que a pessoa que sofre expresse seus sentimentos.
Se você é como a maioria das pessoas, que simplesmente não sabe o que dizer, apenas reconheça isso: "Não sei o que dizer, mas estou aqui porque quero ficar com você nessa hora difícil." Um toque apropriado ou um abraço às vezes são mais poderosos que mil palavras.
Permitir que a pessoa chore e expresse suas emoções é um importante estágio no processo de sofrimento. As lágrimas são um dos presentes que Deus nos deu para ajudar no processo de cura, e permitir que prossigamos a nossa vida.
Você não precisa ter um diploma de Psicologia para ajudar aqueles em crise. Apenas esteja lá para eles.
Yaakov Lieder

2 comentários:

  1. Caro amigo

    Esta lição é preciosa.
    Nas horas de dor,
    precisamos vevenciar,
    sentir e solidarizar,
    conosco ou com quem a sente.
    Não se deveria fugir,
    fingir que a mesma não existe.
    O estar junto é um tipo
    de amor,
    que ajuda, conforta
    e alivia.

    Que sempre haja tempo para os sonhos
    em tua vida.

    ResponderExcluir
  2. Sim, é na hora da alegria e da Dor que os amigos verdadeiros estão perto...

    "Você não precisa ter um diploma de Psicologia para ajudar aqueles em crise. Apenas esteja lá para eles."

    Lindo Blog!!!

    Muita LUZ!!!

    ResponderExcluir